Exatos 14 anos depois da imolação do ambientalista Francelmo durante um protesto contra a liberação de usinas de álcool na bacia pantaneira, o assunto voltou a gerar polêmica nesta semana.

Deixe uma resposta