O Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) já analisa a documentação de três empresas que pediram o credenciamento para emplacar veículos. Para o diretor-presidente do órgão, Luiz Carlos Rocha Lima, só a concorrência vai baixar o preço da placa Mercosul, que tem no Estado preços dentre os mais caros do País.

Deixe uma resposta