Com investimento superior a 15 milhões, Estado lança programa de combate a morte de mães e bebês