Secretário espera distribuir em doze horas as cerca de 30 mil doses do quinto lote

Chegaram ao Brasil na noite passada mais dois milhões de vacinas contra a covid-19 produzidas na Índia. O Instituto Butantan também começou a liberar doses, e o secretário de saúde acredita que em breve parte destas doses cheguem até aqui.

https://www.youtube.com/watch?v=IOx880r7TGY


Investimento do Governo vai integrar região e permitir escoamento pela Rota Bioceânica

Acompanhado do presidente da Sanesul, Walter Carneiro Jr., o governador Reinaldo Azambuja vistoriou obras na área de saneamento

Em Guia Lopes da Laguna, nesta quinta-feira (11), o governador Reinaldo Azambuja autorizou investimentos na rodovia MS-382 que somam R$ 226 milhões e que encurtarão as distâncias entre os polos de produção, potencializando agronegócio e turismo.

Ele deu ordem de serviço para implantação de 87,58 quilômetros de asfalto entre a BR-060/Guia Lopes da Laguna e a MS-270/Ponta Porã e autorizou a restauração de mais 91,4 quilômetros da rodovia.

"Vamos levar a interiorização. Sair de Guia Lopes da Laguna, Antonio João, Cabeceira do Apa, Ponta Porã. Integrar toda aquela região, Itahum, Dourados, para descer as riquezas e também levar pelos portos de Porto Murtinho e pela Rota Bioceânica", afirmou Reinaldo Azambuja.

O prefeito Jair Scapini afirmou que o investimento é histórico. "Hoje está acontecendo uma coisa histórica para Guia Lopes da Laguna. Recebemos vários investimentos. Há quatro anos, o governo lançou a ponte para substituir a que caiu. Guia Lopes não tinha nenhuma ponte de concreto. Hoje tem seis. Esse asfalto foi pedido há muito tempo e o governo Reinaldo proporcionou".

O governador também fez questão de ver de perto a obra do Avançar Cidades: execução de 54.994 metros de rede coletora de esgoto, com 2.264 ligações domiciliares de esgoto, três estações elevatórias e 1.832m de linha de recalque. O investimento é de R$ 7,9 milhões.

Ele ainda visitou o Frigorífico Brasil Global, que está sendo beneficiado por obra de pavimentação asfáltica e drenagem, no valor de R$ 1,3 milhão. O investimento vai ao encontro das exigências de sanidade para permitir a exportação de carne.

Para o secretário de Governo Eduardo Ridel, os investimentos transformam toda a região sudoeste. "É um novo eixo para nosso sudoeste, um novo canal para o desenvolvimento do Estado que tem recebido investimentos que transformam Mato Grosso do Sul", ponderou. O secretário ressaltou também as entregas que o Governo fez nos municípios de Costa Rica e Porto Murtinho, na quarta-feira (10). "O governo começou com este enfoque deste 2015, em pensar o Estado de uma maneira diferente", completou.

Jardim

Reinaldo Azambuja também foi a Jardim e recebeu elogios por conta dos investimentos em asfalto no bairro Jardim Angélica, no valor de R$ 9,6 milhões. A prefeita Clediane Matzenbacher agradeceu o governador pelos investimentos em benefício da população de Jardim, principalmente na pavimentação de vias urbanas.

Com a chegada do pavimento, comércios começaram a abrir no bairro. "O asfalto que a gente esperava tanto chegou graças ao governador e ao ex-prefeito, que ajudou muito também. A chegada vai ajudar muito a população do bairro Vila Angélica II. Já estão abrindo mercados na Vila e lava-jato. São várias melhorias que vão transformar a vida da população", contou Janderson Castro de Paula.

Janderson: valorização do bairro
A dona de casa Margarida Batista Martins também agradeceu o fim da poeira no bairro. "Eu moro há 15 anos aqui e agora veio o asfalto. Vai valorizar o imóvel, trazer mais acessibilidade e já dá para deixar mais bonitinha a frente de casa", disse.

Acompanharam o governador nas agendas os secretários Eduardo Riedel (Segov), Jaime Verruck (Semagro) e Sergio de Paula, secretário Especial de Articulação Política; presidente da Assembleia Legislativa, Paulo Corrêa, e os também deputados professor Rinaldo, Herculano Borges, Evander Vendramini, Mara Caseiro, Marçal Filho e Felipe Orro; diretor-presidente da Sanesul, Walter Carneiro Júnior, além de prefeitos, secretários e vereadores da região.

Paulo Fernandes, Subcom

Fotos: Saul Schramm


Como foi a chegada da vacina no MS ?

https://youtu.be/zKg9WR8He80

A campanha de imunização contra a Covid-19 foi com o ato simbólico de imunização de quatro sul-mato-grossenses, sendo dois profissionais da saúde, uma indígena e uma idosa que mora em instituição de longa permanência. O evento foi realizado na sede do Hospital Regional de MS, unidade hospitalar de referência no tratamento da doença.

Imagens: O Povo na TV / SBTMS
Comentários: Tata Marques


DPVAT: Seguro obrigatório não será cobrado em 2021

O prêmio ‘Zero DPVAT’ foi aprovado pelo CNSP (Conselho Nacional de Seguros Privados) na última terça-feira (29) e com a decisão, os proprietários de veículos não precisarão pagar o DPVAT (Danos pessoais causados por veículos automotores de via terrestre) em 2021. Segundo a Susep (Superintendência de Seguros Privados Empresa), a cobrança não será realizada no próximo ano pois o DPVAT tem recursos em caixa suficientes para a operação no próximo ano.

A isenção de pagamento do DPVAT não retira nenhum benefício do segurado, ou seja, tanto motorista, quanto passageiro e pedestre, continuarão recebendo a indenização em caso de acidente em todo o país.

A diretora de registro e controle de veículos do Detran-MS, Loretta Figueiredo, explica que o seguro obrigatório segue existindo, só não haverá cobrança em 2021. “Vale destacar que a decisão não é uma extinção do seguro e quem ainda não pagou o exercício de 2020 deve quitá-lo e em um eventual acidente, ter direito a indenização previstas em lei”.

Ainda conforme a Sesup, em 2020 o DPVAT passou por redução de 68% para carros, passando para R$ 5,23, e de 86% para motos, chegando a R$ 12,30. O conselho decidiu ainda que Superintendência de Seguros Privados (Susep) deverá contratar um novo operador para o DPVAT.

Do valor arrecadado pelo pagamento do seguro obrigatório, 50% são destinados ao pagamento das indenizações, 45% vão para o Ministério da Saúde (pagamento do atendimento médico de vítimas) e 5% vão para programas de prevenção de acidentes.

Viviane Freitas, Deetran-MS

Foto: Saul Schramm


QUEIMADAS NO PANTANAL: As ações do Governo do Estado do MS

ENTREVISTA COM O SECRETÁRIO DE GOVERNO E GESTÃO ESTRATÉGICA, EDUARDO RIEDEL QUE ESTEVE NA REGIÃO, DO PANTANAL, E PERCORREU TRECHOS PELO RIO PAGUAI DE LANCHA

Divulgação Blink102

O secretário Eduardo Riedel avaliou como positivo o trabalho das equipes empenhadas na operação de combate aos incêndios no Pantanal, que há pouco mais de um mês castigam diferentes áreas da região. Durante vistoria o representante do Governo do Estado ressaltou as atividades da força-tarefa montada para combater os focos de calor na região, mesmo perante as complexidades.

A referência de Riedel é com base na utilização de cinco aeronaves em sobrevoos sobre a área atingida. Do total, 4 são helicópteros e as equipes ainda contam com apoio do avião Hércules nas ações integradas da Operação Pantanal II, desencadeada no final do mês de julho, que tem a participação do Governo do Estado, por meio do Corpo de Bombeiros e PMA (Polícia Militar Ambiental), Ibama e as Forças Armadas.

Devido à densa fumaça na região, a vistoria realizada – que seria um sobrevoo com helicóptero – contou com apoio de uma lancha da Marinha. Durante 40 minutos, Riedel percorreu diferentes pontos afetados pelos incêndios, por meio do Rio Paraguai.

Fonte: Blink102 e Campo Grande News