Médicos são contra a volta de gestantes ao trabalho mesmo após segunda dose contra a covid

O poder público do Estado determinou que a partir de 2 de agosto, os servidores do grupo de risco voltem ao trabalho 15 dias após aplicação da segunda dose da vacina contra a covid, e isso incluí as grávidas mas a Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia é contra esta decisão.