Operação conjunta vai identificar origem do fogo no Pantanal

Denominada Operação Focus, uma força-tarefa composta por servidores do Imasul, soldados do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar, agentes da Polícia Civil e da Perícia Técnica da Secretaria de Justiça e Segurança Pública, saiu à campo para identificar a origem dos incêndios na região do Pantanal.

Com auxílio de imagens de satélite foram levantados os prováveis inícios de alguns focos de incêndios e nesta quarta-feira, dia 16, começaram as visitas. Nestes locais os fiscais do Imasul e agentes de Segurança fazem levantamento da área queimada e verificam os indícios da origem do fogo, se estão condizentes com as imagens de satélite.

Jaime Verruck, secretário Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar explicou que além de perícias serão realizadas oitivas.

Na primeira fase serão visitadas 35 propriedades rurais das regiões do Nabileque e Nhecolândia. No sábado, a intenção é já ter um balanço parcial dessa primeira fase da Operação.

A Operação Focus estava sendo planejada desde o ano passado, quando o Estado viveu situação de emergência devido a incêndios florestais e também em lavouras. Uma sala de monitoramento de imagens de satélite foi montada para analisar o surgimento desses focos, fazendo cruzamento das informações com autorizações de queimadas controladas, por exemplo.

Subsecretaria de Comunicação do Governo

Se gostou, compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Veja também…
Rolar para cima