Centenas de cidadãos estrangeiros foram retirados da cidade de Wuhan, epicentro do surto de coronavírus na China que está há uma semana sob quarentena. Enquanto isso, brasileiros cobram medidas do governo Bolsonaro.

A doença já matou ao menos 132 pessoas desde dezembro, e infectou quase 6 mil em 17 países.

A evacuação que começou nesta quarta-feira (29) não significa, porém, que os estrangeiros voltarão para suas casas. A Austrália, por exemplo, deixará quase 600 cidadãos do país em uma nova quarentena de duas semanas, desta vez na ilha de Christmas, a quase 1.700 km da costa australiana.

A decisão de não transportar seus cidadãos diretamente ao país gerou uma série de críticas, já que a ilha é conhecida por seu centro de detenção para imigrantes.

Por outro lado, brasileiros sob quarentena em Wuhan reclamam da falta de apoio do governo do Brasil e de perspectiva de quando conseguirão deixar a região.

BBC NEWS BRASIL

Deixe uma resposta