Pai usa dinheiro de filho doente para “curtir a vida”

Tatanews
2 Min Read

Mateus Henrique Leroy Alves foi preso pela Polícia Civil de Minas Gerais suspeito de estelionato por estar usando um dinheiro que tinha sido arrecadado em uma campanha para ajudar o filho dele, que tem uma doença degenerativa, para “curtir a vida”.

Ele e familiares tinham feito uma campanha para salvar a vida da criança, que tem Atrofia Muscular Espinhal. Muitas pessoas contribuíram para tentar ajudar o menino, sensibilizadas com a situação pela qual eles estavam passando. A campanha toda teria arrecadado um valor de cerca de R$ 1 milhão.

Tudo começou a ficar estranho quando o pai do menino foi viajar e começou a passar informações desencontradas sobre seu paradeiro para a mulher, que achou o comportamento estranho.

Ao mesmo tempo em que essa situação acontecia na casa da criança, a polícia começou a receber informações sobre a forma como o pai estaria gastando o dinheiro que era destinado para o tratamento do menino.

- Publi-
Ad image

Para tirar a dúvida sobre o que realmente estava acontecendo, a polícia pediu para que a mãe da criança olhasse o saldo das contas que foram abertas para receber doações para o tratamento do filho do casal.

Foi assim que a polícia e a esposa dele descobriram que ele estava fazendo vários saques de quantias altas nas contas que eram para ajudar o menino. As investigações estimam que ele tenha gastado mais de R$ 600 mil.

As investigações, então, levaram até o paradeiro do homem: Salvador, na Bahia. Depois disso, as polícias dos dois Estados fizeram uma parceria para que ele fosse levado para Minas Gerais nesta segunda-feira (22).

Após ser preso, o homem disse que estava arrependido e pediu perdão à mãe da criança. Porém, ele não disse o que fez com o dinheiro. Além de estelionato, ele poderá também responder por lavagem de dinheiro.

Giorgia Cavicchioli,Yahoo Notícias

Compartilhe
Comente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *